Untitled Document
Bom dia, 21 de ago
Untitled Document
Untitled Document
  
EcoAgência > Notícia
   
Clima

Sexta-feira, 08 de Outubro de 2010

 
     

Porto Alegre adere ao Dia Global de Ação Climática

  

Mais de 2,5 mil eventos simultâneos vão chamar a atenção para o número 350. Segundo os cientistas, 350 partes por milhão é o máximo de dióxido de carbono que podemos ter na atmosfera.

  


Por Lucas Dorneles Magnus

No Parque Farroupilha, no dia 10 de outubro, pessoas de toda a Porto Alegre e região estão convidadas para uma tarde de limpeza, sob forma de um passeio que irá ocorrer ao longo do eixo principal do parque – entre o Monumento ao Expedicionário e o fim do Espelho D’água –, numa das mais de 2 mil ações simultâneas em 184 países organizadas pela 350.org em um dos maiores dias de ação global alguma vez feito para exigir ação em termos de mudanças climáticas.

Em todo o mundo - desde capitais federais às encostas derretidas do Monte Evereste, até debaixo de água em recifes de coral moribundos – há quem esteja organizando manifestações visando chamar a atenção para o número 350, uma vez que os cientistas insistiram, em anos recentes, que 350 partes por milhão é o máximo de dióxido de carbono que podemos, com segurança, ter na atmosfera. A atual concentração é de 392 partes por milhão.

“É por isto que as geleiras estão derretendo, a seca está se espalhando, e as cheias estão se tornando mais frequentes,” disse Bill McKibben, fundador da 350.org e autor, há vinte anos, do primeiro grande livro sobre mudanças climáticas. “E é por isto que precisamos de um movimento a nível planetário, para dar-nos o ímpeto para tornar real a mudança política. Os nossos líderes estão ouvindo os grandes grupos empresariais e os grandes poluidores já há muito tempo – hoje, finalmente, ouviram os cidadãos e os cientistas.”

Essas ações globais são reflexo dos resultados da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, a qual tinha como meta estabelecer um novo tratado de clima. Oitenta e nove países já adotaram a meta dos 350, assim como o presidente do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas, Rajendra Pachauri, o economista de clima mais famoso do mundo, Sir Nicholas Stern, e o prêmio Nobel Al Gore. Os EUA e a China, porém, não se uniram à lista, pondo fim a essa empreitada, onde mais de 15 milhões de assinaturas pela sustentabilidade foram apresentadas. As imagens de manifestos por todo o planeta também estiveram presentes no evento, que ocorreu em dezembro do ano passado.

Afirma Mckibben: “Visto que já trabalhamos no duro para fazer telefonemas, enviar e-mails, petições e protestos para que os políticos se mexam, e eles não têm se mexido rápido o suficiente, agora chegou a hora de mostrar que realmente temos as ferramentas de que necessitamos para enfrentar a crise de clima de verdade”.

“Tem sido dito que as questões científicas por detrás do aquecimento global são demasiado confusas para serem entendidas pelo cidadão médio,” disse McKibben. “Os eventos do ano passado provam que milhões de pessoas entendem exatamente o que está em jogo nos próximos anos, e que querem ação rápida para salvaguardar o futuro.”

350.org é uma campanha internacional de bases que tem por fim mobilizar um movimento global de clima, unido pelo mesmo apelo à ação. Disseminando um conhecimento das bases científicas e uma visão partilhada de uma política justa, procuramos garantir que o mundo crie soluções corajosas e igualitárias para a crise climática. 350.org é um projeto independente e sem fins lucrativos.

A ação em Porto Alegre

A ação em Porto Alegre partiu de dois nomes: Lucas Dorneles Magnus – estudante de Arquitetura e Urbanismo da UFRGS, e Lucas Mizusaki – graduado em Ciências da Computação pela UFRGS. A data para o evento é 10 de outubro, com início às 15 horas e término às 16h30min. Trata-se de uma passeata, de onde várias ações paralelas serão desenvolvidas. A principal delas é o recolhimento de lixo ao longo do caminho a ser percorrido (Início em frente ao Monumento ao Expedicionário, conhecido como Arco da Redenção, e fim da passeata no gramado que se localiza na ponta oposta do parque, depois do Espelho D’água). Outras ações completam a dinâmica de interação do evento, tal como a possibilidade de iniciar o evento com danças circulares, e promover abraços grátis (Free Hugs). Haverá também um abaixo-assinado para que o evento não passe sem registro oficial.

O Greenpeace acompanhará o evento e fará manifestação própria no horário posterior. A página de inscrição/ divulgação do evento encontra-se no link http://www.350.org/pt/node/17273.
 
A 350.org

Fundada pelo autor e ambientalista Bill McKibben, 350.org é a primeira campanha global de bases em larga escala contra as mudanças climáticas. Entre os seus apoiantes contam-se cientistas de topo, os governos de 89 países, e uma grande variedade de ONG de ambiente, saúde, desenvolvimento e religiosas. Todos concordam que os atuais níveis atmosféricos de CO2 – 390 partes por milhão – estão danificando o planeta e os seus povos mais vulneráveis e que a ação dos governos é indispensável para baixar rapidamente o nível de carbono da terra.

350.org é membro da TicTacTicTac – uma aliança global de grupos religiosos, organizações não governamentais, sindicatos e de mais de um milhão de indivíduos exigindo um tratado internacional de clima que seja justo, ambicioso, e vinculativo. Para mais informação, visite www.350.org

Projeto de Ação 350.org/EcoAgência

  
  
  
Untitled Document
Autorizada a reprodução, citando-se a fonte.
 
Mais Lidas
  
Untitled Document
 
 
 
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  Untitled Document
 
 
Portal do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul - Todos os Direitos reservados - 2008