Untitled Document
Boa tarde, 21 de nov
Untitled Document
Untitled Document
  
Sem título
EcoAgência > Radar
     
Radar
 
    

Quarta-feira, 07 de Janeiro de 2009

 
     

Despoluição de canais no Rio

  
  

A secretária de estado do Ambiente, Marilene Ramos, anunciou que o governo do estado do Rio de Janeiro vai iniciar as obras de despoluição dos canais do Cunha e do Fundão, em um projeto orçado em R$ 185 milhões. O custo das obras, que deverão começar em 16 de janeiro e durar cerca de dois anos, será pago pela Petrobras e o trabalho ficará sob responsabilidade da própria secretaria. O projeto de despoluição inclui a retirada de metais pesados concentrados no fundo dos canais. O restante do lixo, como pneus e carcaças de automóveis, será encaminhado ao Centro de Tratamento de Resíduos de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Mais de 2 milhões de metros cúbicos de material dos canais deverão ser extraídos. Segundo Marilene Ramos, os equipamentos e as dragas já serão instalados na primeira fase das obras para retirar os primeiros volumes de sedimentos do canal. A dragagem vai facilitar a circulação de água, além de impedir enchentes. O investimento também incluirá obras de saneamento e urbanização.
 

  

          
Untitled Document
Autorizada a reprodução, citando-se a fonte.
          

 

 
  
  
  Untitled Document
 
 
Portal do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul - Todos os Direitos reservados - 2008