Untitled Document
Boa tarde, 23 de nov
Untitled Document
Untitled Document
  
EcoAgência > Notícia
   
Água

Terça-feira, 08 de Abril de 2014

 
     

Vacacaí-Mirim, o lado verde de Santa Maria

  

As qualidades e problemas no Lado Verde de Santa Maria, uma verdadeira fábrica de água que sofre com invasões, desmatamento, despejo irregular de esgoto e lixo no manancial que abastece 40% da água consumida no município.

  

Charles Willian dos Santos Guerra     
Cascata da gruta, na região das nascentes do Rio Vacacaí-Mirim


Por Carlos André Echenique Dominguez

A bacia do Rio Vacacaí-Mirim é um parque natural encravado entre as cidades de Santa Maria e Itaara, na região central do Rio Grande do Sul, estado mais meridional do Brasil. Um vale cercado por morros com um rio e 70% de cobertura vegetal. Uma região de nascentes e pequenas propriedades com vocação para ser o contraponto à cidade de concreto.

Esta reportagem mostra as qualidades e problemas que existem no Lado Verde de Santa Maria, uma verdadeira fábrica de água que sofre com invasões, desmatamento, despejo irregular de esgoto e lixo no manancial que abastece 40% da água consumida no município.
 
Uma equipe de dois jornalistas e três engenheiros florestais percorreu por uma semana todo o vale conversando com os moradores e analisando a realidade e potencialidades para a melhoria na qualidade de vida da população da região. O que foi apurado foi comparado com outras reportagens feitas pela mesma equipe 10 anos atrás de forma a dimensionar o impacto do crescimento urbano desordenado na região. Existem muitos problemas e também muitas soluções.

Conheça nas páginas a seguir as histórias, personagens, atitudes, ações e desafios para criar uma nova cultura para a utilização da área do lado verde de Santa Maria. Este trabalho é um chamado para que as pessoas conheçam e usufruam deste enorme patrimônio público. Tudo se resume em uma frase:“Quem não vai, não vê”. Nós fomos. Agora é a sua vez.

Você está lendo uma Milongagem

Milonga+ reportagem = Milongagem. A milongagem é uma reportagem escrita em ritmo e compasso de milonga, ritmo musical e dança. Na Milongagem as coisa mudam de direção e de tonalidade abruptamente. As vezes se vai para um lado, repetindo e estendendo um bordão. Mas sempre volta e repete o compasso. No mais, é uma reportagem apurada como todas as outras reportagens, ou seja, indo atrás das informações. Lendo, escrevendo e pesquisando. O título dos sete capitulos foram retirados da música de Vitor Ramil, Milonga de Sete Cidades, que serviu de inspiração para os devaneios deste repórter.
 
 

 

EcoAgência

  
  
  
Untitled Document
Autorizada a reprodução, citando-se a fonte.
 
Mais Lidas
  
Untitled Document
 
 
 
  
  
  Untitled Document
 
 
Portal do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul - Todos os Direitos reservados - 2008