Untitled Document
Bom dia, 21 de nov
Untitled Document
Untitled Document
  
EcoAgência > Notícia
   

Quinta-feira, 18 de Junho de 2015

 
     

ONU quer investimento em solos saudáveis

  

Declaração foi feita POR Ban Ki-moon para marcar o Dia Mundial de Combate à Desertificação e à Seca, nessa quarta-feira 17 de junho; secretário-geral afirmou que degradação das terras "enfraquece os direitos humanos".

  


Por Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que a degradação da terra e a desertificação enfraquecem os direitos humanos, a começar pelo direito à comida.

A declaração foi feita para marcar o Dia Mundial de Combate à Desertificação e à Seca, esta quarta-feira 17 de junho.
Segundo ele, quase 1 bilhão de pessoas não têm uma nutrição adequada e as que vivem em regiões degradadas são as mais afetados. Ban disse que a situação pode piorar se a degradação da terra, como foi calculado, reduzir a produção global de alimentos em 12% até 2035.

Áreas degradadas
O chefe da ONU explicou que a segurança alimentar também sofrerá impacto com a redução dos recursos hídricos. Devido à degradação, há menos água e neve sendo armazenada no solo.

Ban declarou que num prazo de 10 anos, duas em cada três pessoas no mundo vão viver em uma situação de escassez de água.

O secretário-geral alertou que 12 milhões de hectares de terra são degradados anualmente, uma área do tamanho de Benin ou de Honduras. Mais da metade das áreas de fazendas também está degradada e apenas 10% dessa região está melhorando.

Segundo Ban, 500 milhões de hectares de terra poderiam ser recuperados de forma eficaz e economicamente viável em vez de serem abandonados.

Para o chefe da ONU, se o mundo não mudar a forma como utiliza a terra será necessário converter uma região do tamanho da Noruega em área agrícola todos os anos para atender a demanda futura de alimentos, água, biocombustível e de crescimento urbano.

Recursos hídricos
Ban explicou que isso vai causar desmatamento e outros impactos ambientais negativos.

Para o chefe da ONU, "a ameaça não acaba aí". Segundo ele, através da degradação da terra e outro usos inapropriados, o mundo emite 25% dos gases que causam o efeito estufa e o aquecimento do planeta.

Ban disse que a mudança climática  e o uso insustentável da terra, em especial pela agricultura, estão contribuindo para o declínio dos recursos hídricos em todo o mundo.

Como consequência disso, a produção de alimentos deve cair 2% a cada década.

Água potável
O secretário-geral afirmou que é possível alcançar um planeta onde todos os direitos à comida, água e segurança sejam garantidos, mas é preciso mudar o curso atual.

Ban declarou que a "terra é uma fonte renovável de recursos mas somente se os países combaterem a degradação, que é uma das propostas da ONU para a Agenda de Desenvolvimento pós-2015".

O chefe da ONU disse que "as vidas e as civilizações dependem da terra. É preciso investir em sólos férteis para garantir os direitos à comida e à água potável".
Rádio ONU, parceira da EcoAgência

  
  
  
Untitled Document
Autorizada a reprodução, citando-se a fonte.
 
Mais Lidas
  
Untitled Document
 
 
 
  
  
  Untitled Document
 
 
Portal do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul - Todos os Direitos reservados - 2008