Untitled Document
Boa tarde, 18 de out
Untitled Document
Untitled Document
  
EcoAgência > Notícia
   

Terça-feira, 03 de Janeiro de 2017

 
     

Vereadores de Porto Alegre aprovam a extinção da Secretaria Especial dos Direitos Animais

  
Manutenção do Brechocão e atendimento aos animais preocupam protetores
  

Ederson Nunes    


Por Gelcira Teles

Na tarde dessa segunda-feira, 2 de janeiro, protetores, ativistas e simpatizantes da causa animal estiveram na Câmara Municipal de Porto Alegre para pressionar os 36 vereadores a votarem contra extinção da SEDA - Secretaria Especial dos Direitos Animais de Porto Alegre. Numa votação apertada, a emenda do vereador Rodrigo Maroni (PR), que excluía a extinção da pasta do Projeto de Lei Complementar 012/16 do Executivo (reforma administrativa), foi derrotada por 17 votos a 14, com cinco abstenções, sob vaias dos manifestantes. Houve princípio de tumulto entre os militantes e alguns vereadores. Para eles, os parlamentares foram insensíveis à causa e votaram pela crueldade aos animais - que ficarão desassistidos. “É um retrocesso nas políticas públicas para os animais conquistadas arduamente pela causa nas últimas décadas”, declarou Marli Curtinaz, idealizadora do grupo Gateiras e participante do Brechocão. A deputada Regina Becker Fortunati (Rede) esteve na Câmara conversando com os vereadores para tentar manter a secretaria.


Marcada por protestos e tensão, a sessão que deliberou sobre a reforma administrativa teve duração de quase oito horas. A Guarda Municipal e uma empresa de segurança controlaram o acesso ao Plenário Otávio Rocha. Houve conflito e até empurrões entre manifestantes e os seguranças porque muitos não conseguiram entrar, fazendo com que a sessão fosse interrompida diversas vezes.

 


Apreensivos, tristes e inconformados com o resultado da votação, os protetores disseram que vão permanecer vigilantes para garantir a manutenção dos serviços que a SEDA prestava e tentando dialogar com o prefeito Nelson Marchezan Júnior.  “Os animais são as maiores vítimas desta visão antropocêntrica de gestão pública, denotando o descompasso da nova administração e dos vereadores com a sensibilidade e conhecimento da sociedade sobre a consciência dos animais, à luz da ciência do Séc. XXI, especialmente da Declaração de Cambridge (2012)”, destacou Gelcira Teles, coordenadora executiva do Instituto Mira-Serra.


Os defensores dos animais também compareceram na casa legislativa no dia 21 de dezembro, quando a votação foi cancelada, e na sessão plenária de 22 de dezembro, que deu início à votação da reforma administrativa. Nas duas ocasiões e na sessão desta segunda-feira distribuíram uma Carta Aberta pela Manutenção da SEDA a todos os vereadores.

 


Desde que o prefeito Nelson Marchezan Júnior anunciou a decisão de incorporar a pasta à Secretaria Municipal de Sustentabilidade (SMSu), os militantes da causa animal criaram um abaixo-assinado (Carta Aberta), solicitaram reunião com o prefeito e enviaram emails aos vereadores. No dia 11 de dezembro, os participantes do Brechocão realizaram um ato de repúdio no Parque Farroupilha (Redenção).


Serviços
A SEDA realiza, anualmente, por meio de edital público, o cadastro de entidades e protetores de animais atuantes no município, dispondo de duas modalidades de serviços: atendimento médico-veterinário, do qual participam 48 cadastrados, e o Brechocão, com 25 integrantes.
Além da atuação conjunta com os protetores, a SEDA garante os seguintes serviços: atendimento veterinário para os animais de tutores cadastrados em programas sociais; esterilização, vacinação, vermifugação e microchipagem nas comunidades em situação de vulnerabilidade social e para animais comunitários, por meio das duas unidades móveis (Amigo Bicho); fiscalização das denúncias de maus-tratos, protocoladas via telefone 156; eventos de adoção, como a Feira Me Adota? (mensal), e outros realizados na Unidade de Medicina Veterinária (UMV); Esta Escola é o Bicho, atividade de educação humanitária promovida na rede municipal de ensino, bem como o incentivo à adoção de cães comunitários por escolas e parques; Unidade de Saúde Animal Victória (USAV), hospital recentemente doado por Alexandre Grendene, com cinco blocos cirúrgicos, quatro consultórios, UTI, setores de quimioterapia, fisioterapia, banco de sangue, farmácia, laboratório ambulatório, além de sala de recuperação para 150 cães e gatos e espaço de triagem para outros 120.

Placar
CONTRA A SEDA: Adeli Sell (PT), Cassiá Carpes (PP), Cassio Trogildo (PTB), Cláudio Janta (SD), Comandante Nádia (PMDB), Dr. Goulart (PTB), Dr. Thiago (DEM), Felipe Camozzato (Novo), Idenir Cecchim (PMDB), João Carlos Nedel (PP), Luciano Marcantonio (PTB), Mendes Ribeiro (PMDB), Moisés Maluco do Bem (PSDB), Mônica Leal (PP), Paulo Brum (PTB), Ramiro Rosário (PSDB), Valter Nagelstein (PMDB)
A FAVOR DA SEDA: Airto Ferronato (PSB), Aldacir Oliboni (PT), Fernanda Melchionna (PSOL), Marcelo Sgarbossa (PT), Márcio Bins Ely (PDT) , Mauro Pinheiro (Rede), Mauro Zacher (PDT), Paulinho Motorista (PSB), Prof. Alex Fraga (PSOL), Professor Wambert Di Lorenzo (PROS), Roberto Robaina (PSOL), Rodrigo Maroni (PR), Sofia Cavedon (PT), Tarciso Flecha Negra (PSD)
ABSTENÇÃO: Alvoni Medina (PRB), André Carus (PMDB), João Bosco Vaz (PDT), José Freitas (PRB), Reginaldo Pujol (DEM)

Abaixo-assinado:

https://www.change.org/p/nelson-marchezan-j%C3%BAnior-mantenha-a-secretaria-especial-dos-direitos-animais-de-porto-alegre-ficaseda

 

.

 

 

EcoAgência

  
  
  
Untitled Document
Autorizada a reprodução, citando-se a fonte.
 
Mais Lidas
  
Untitled Document
 
 
 
  
  
  Untitled Document
 
 
Portal do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul - Todos os Direitos reservados - 2008