Untitled Document
Boa noite, 20 de nov
Untitled Document
Untitled Document
  
EcoAgência > Notícia
   
Educação

Sexta-feira, 12 de Setembro de 2014

 
     

Seminário discute qualidade de vida no contexto latino-americano

  

Participantes problematizaram a relação entre sociedade e natureza

  

Ramon Moser/UFRGS    
Presidente do Uruguai, Pepe Mujica, na UFRGS


Por Débora Gallas - especial para a EcoAgência

A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) sediou, nos dias 10 e 11 de setembro, o V Seminário Internacional Universidade-Sociedade-Estado da AUGM – Construir o Bem Viver (Buen Vivir): Desenvolvimento Sustentável para Integração Regional do Cone Sul. O evento, promovido pela Asociación de Universidades do Grupo Montevideo (AUGM), discutiu o conceito de bem viver em relação com a cidade, o desenvolvimento, o ser humano e a universidade.

O ponto alto do Seminário foi a conferência de abertura, proferida pelo Presidente do Uruguai, José Mujica. Diante do lotado Salão de Atos da UFRGS, o governante afirmou que o povo latino-americano deve unir forças e lutar pela existência do planeta, lembrando que a vida humana, para ser possível, depende das demais formas de vida. Para Mujica, o que se denomina crise ecológica é, na verdade, uma consequência da crise política derivada do modelo de governança vigente. Neste sentido, também criticou o consumismo que anula as pessoas e as transforma em “pagadores de contas” e redefiniu o conceito de liberdade como tempo para fazer as coisas de que se gosta. O presidente uruguaio ainda defendeu que a Universidade deve ter responsabilidade sobre o povo com pouco ou nenhum acesso ao conhecimento formal.

Nos demais painéis, os conferencistas valorizaram as experiências comunitárias das populações tradicionais que exaltam a harmonia entre a sociedade e o meio ambiente, defenderam o desenvolvimento de ferramentas de participação popular no planejamento de mobilidades alternativas para a cidade moderna e apresentaram projetos acadêmicos que aproximam universidades e comunidades. Ao conceituar o bem viver, o professor da Universidade Nacional Autônoma do México Lucio Oliver relacionou o termo às sociedades predominantemente campesinas, opostas à exploração da natureza, ao individualismo e à cultura do desperdício, atos característicos da sociedade industrial capitalista. Para a consulesa da Bolívia no Rio de Janeiro, Shirley Orozco, o bem viver envolve a cosmovisão, a busca da harmonia com a mãe-terra, a descolonização e a luta anti-imperialista. 

A AUGM é formada por uma rede de universidades públicas de Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai. O Seminário contou com participantes dos seis países. Em breve, as apresentações serão disponibilizadas no site do evento: www.ufrgs.br/augm .

EcoAgência

  
  
  
Untitled Document
Autorizada a reprodução, citando-se a fonte.
 
Mais Lidas
  
Untitled Document
 
 
 
  
  
  Untitled Document
 
 
Portal do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul - Todos os Direitos reservados - 2008