Untitled Document
Boa tarde, 15 de set
Untitled Document
Untitled Document
  
EcoAgência > Notícia
   
Reciclagem

Quarta-feira, 21 de Dezembro de 2011

 
     

Catadores de materiais recicláveis vão receber capacitação

  

A partir do próximo ano, metodologia desenvolvida pelo Sebrae do Distrito Federal será aplicada em 29 cooperativas do Distrito Federal

  


Por Natália Kenupp, Agência Sebrae de Notícias

Quinhentos catadores de materiais recicláveis, integrantes de associações e cooperativas serão beneficiados com a implantação do Projeto de Capacitação e Fortalecimento do setor.  A partir do próximo ano, a metodologia desenvolvida pelo Sebrae no Distrito Federal será aplicada nas 29 cooperativas do DF, com o objetivo de estimular nos catadores competências necessárias para a melhoria da gestão. Com isso, estima-se elevar o grau de eficiência organizacional, desde a coleta até a comercialização de produtos.

Para Daniel Hudson, gestor do projeto do Sebrae no DF, a expectativa é aumentar o volume de material reciclado produzido pelas cooperativas e também elevar a renda média dos catadores. “Se aumentarmos em 15% o volume do que for coletado, ou seja, de 2.700 para 3.105 toneladas, a renda média da categoria passa de R$ 485 para R$ 557,75. Assim, o valor recebido por mês ultrapassa o salário mínimo”, examina Daniel.

Outro objetivo do projeto é preparar os catadores para a realização de megaeventos esportivos no Brasil, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas. “Sabemos que os mundiais terão a sustentabilidade como um dos princípios, prevendo a coleta seletiva e a triagem do material, recolhido pelos catadores”, observa.

A Cooperativa Popular de Coleta Seletiva de Produtos Recicláveis com Formação e Educação Ambiental – Coopativa foi a primeira a receber a metodologia desenvolvida pela instituição, em 2010. Para atender aos próximos catadores que participarão do projeto, entre associados, dirigentes e conselheiros, serão formadas 10 turmas de 25 alunos para cada oficina.

“Essa quantidade é adequada para aplicação da metodologia, pois os dirigentes e os catadores líderes serão multiplicadores. Assim, toda a organização será impactada”, frisa Daniel Hudson. Além disso, várias cooperativas e associações estão localizadas na mesma região e área, o que possibilita a aplicação integrada em mais de um local.

Os parceiros do Sebrae no Distrito Federal no projeto são a Central de Cooperativas de Materiais Recicláveis do Distrito Federal (CENTCOOP), o Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Universidade de Brasília (UnB), a Fundação Banco do Brasil e a Organização das Cooperativas do Distrito Federal.

Agência Sebrae de Notícias - EcoAgência

  
  
  
Untitled Document
Autorizada a reprodução, citando-se a fonte.
 
Mais Lidas
  
Untitled Document
 
 
 
  
  
  
  
  
  
  Untitled Document
 
 
Portal do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul - Todos os Direitos reservados - 2008